Tempos livres

terça-feira, 13 de maio de 2008

Fátima...

O meu pensamento hoje volta-se para o Altar do Mundo… Há 91 anos na Cova da Iria, quando o mundo se debatia ainda nas violências e atrocidades da Guerra, 3 crianças pastoreavam os seus rebanhos e brincavam quando uma Senhora “mais brilhante que o Sol” apareceu vinda do céu, trazendo uma mensagem de paz e penitência, recomendando insistentemente aos homens a firmeza da fé e o espírito da oração…

Os apelos à conversão esbatem o “terror” da visão do inferno que aterrorizou os pastorinhos, tendo a Mensageira divina advertido que o “inferno” é para onde vão aqueles que se recusam a converter e a aceitar a Mensagem que o seu divino Filho veio trazer à 2000 anos. Nada acrescentou – à mensagem – apenas frisou a importância da oração. E que tudo podemos alcançar através da oração. O mundo não pode ficar indiferente à mensagem e apelos de Fátima, porque não foi Fátima que se impôs ao mundo, foi o mundo que impôs Fátima.


Será Fátima realmente importante? A esta afirmação apenas digo que a fé move montanhas e que Fátima é um lugar especial onde encontra esperança o coração contrito. Mais, Fátima recebeu a visita de 2 Papas, tendo inclusive Paulo VI agraciado a Senhora de Fátima com a Rosa de Ouro do Vaticano. Por três vezes o Papa João Paulo II visitou Fátima como Peregrino. Não podemos desligar a relação de João Paulo II com Fátima, porque no dia 13 de Maio de 1981, quando estava na Praça de S. Pedro, em Roma, a saudar os fieis foi brutalmente baleado, e «foi uma mão materna a guiar a trajectória da bala, permitindo assim, que o Papa agonizante de detivesse no limiar da morte».


Desde essa hora, o pensamento do Papa voltou-se para Fátima.
E em sinal de profunda gratidão, no Ano Santo de 2000, o Papa volta pela última vez a Fátima e oferece a Nossa Senhora de Fátima um anel, com a efígie de Nossa Senhora e as palavras “Totus Tuus”, que lhe oferecera o Cardeal Stefan Wyszynski (Primaz da Polónia) aquando da Eleição de João Paulo II para a Cadeira de Pedro.


“Mãe da Igreja! Iluminai o Povo de Deus nos caminhos da Fé, da esperança e da caridade! Iluminai de modo especial os povos dos quais Vós esperais a nossa consagração e a nossa entrega.” “Da fome e da guerra, livrai-nos!” “Ajudai-nos com a força do Espírito Santo a vencer todo o pecado: o pecado do homem e o «pecado do mundo», enfim o pecado em todas as suas manifestações” (Consagração do Mundo, João Paulo II, 2000).
Que a Senhora de Fátima nos ajude e guie os nossos caminhos…

Sem comentários: