Tempos livres

domingo, 24 de janeiro de 2010

Haiti...



A desgraça abateu-se (novamente) sobre os mais pobres...

Parece que Deus fechou os olhos e permitiu que o sofrimento e a dor se abatessem sobre um povo que já tem consigo uma grande dose de desgraça, porém desde a 1ª hora, muitos se têm movimentado para ajudar este povo, que vê acentuadas as suas dificuldades.

A fome, o medo, a perda, a violência, tudo se conjuga numa palavra, Haiti. Mesmo longe podemos ajudar este povo, através da oração e da partilha (Cruz Vermelha, Cáritas, ...)


Que o sofrimento deste povo não passe ao nosso lado, como se nada fosse connosco. Eles partilham o mesmo mundo que nós...

---***---
O Cardeal Patriarca de Lisboa, dirigiu uma mensagem a todas as comunidades cristãs da Diocese, informando-as que os ofertórios dos dias 24 ou 31 de Janeiro de 2010 por forma a "aliviar, com a nossa generosidade, um pouco daquela dor."

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

O frasco da vida...

Um professor, durante a sua aula de filosofia sem dizer uma palavra, pega num frasco de maionese e esvazia-o...tirou a maionese e encheu-o com bolas de golf.
A seguir perguntou aos alunos se o Frasco estava cheio. Os estudantes responderam sim.
Então o professor pega numa caixa cheia de Caricas e mete-as no frasco de maionese. As Caricas encheram os espaços vazios entre as bolas de golf.
O professor voltou a perguntar aos alunos se o frasco estava cheio, e eles voltaram a dizer que sim.
Então...o professor pegou noutra caixa...uma caixa cheia de areia e esvaziou-a para dentro do frasco de maionese.
Claro que a areia encheu todos os espaços vazios e uma vez mais o pofessor voltou a perguntar se o frasco estava cheio. Nesta ocasião os estudantes responderam em unânime "Sim !".
De seguida o professor acrescentou 2 taças de café ao frasco e claro que o café preencheu todos os espaços vazios entre a areia.
Os estudantes nesta ocasião começaram a rir-se...mas repararam que o professor estava sério e disse-lhes: 'QUERO QUE SE DÊEM CONTA QUE ESTE FRASCO REPRESENTA A VIDA'.
As bolas de golf são as coisas Importantes: como a familia, os filhos, a saúde, os amigos, tudo o que te apaixona. São coisas, que mesmo que se perdesemos tudo o resto, nossas vidas continuariam cheias.
As caricas são as outras coisas que importam como: o trabalho, a casa, o carro, etc.
A areia é tudo o demais, as pequenas coisas. 'Se pomos 1º a areia no frasco, não haveria espaço para as caricas nem para as bolas de golf.
O mesmo acontece com a vida'. Se gastássemos todo o nosso tempo e energia nas coisas pequenas, nunca teríamos lugar para as coisas realmente importantes. Presta atenção às coisas que são cruciais para a tua Felicidade.
Brinca ensinando os teus filhos,
Arranja tempo para ires ao medico,
Namora e vai com a tua/teu namorado/marido/mulher jantar fora,
Pratica o teu desporto ou hobbie favorito.
Haverá sempre tempo para limpar a casa e reparar as canalizações.
Ocupa-te das bolas de golf 1º, das coisas que realmente importam. Estabelece as tuas prioridades, o resto é só areia...
Um dos estudantes levantou a mão e perguntou o que representava o café.
O professor sorriu e disse: "...o café é só para vos demonstrar, que não importa o quanto a vossa vida esteja ocupada,sempre haverá espaço para um café com um amigo".

sábado, 9 de janeiro de 2010

O cântaro...

Um rei tinha um palácio no alto de uma pequena encosta e todos os dias o seu criado ia buscar água ao poço.
Levava dois cântaros, um em cada mão.
Reparou que um deles tinha um pequeno defeito e que depois de cheio, durante a viagem ia perdendo água, chegando ao palácio meio vazio.
Certo dia, o criado decidiu lançar um punhado de sementes pelo carreiro que o levava até ao poço.
O cantaro, indignado com a sua deficiência disse para o criado:
- deixa-me aqui em casa, eu não sirvo para nada, de todas as vezes que me enches, nunca consegui chegar ao palácio cheio de água.
Ao que o criado respondeu:
-Quando fores para baixo repara, que do teu lado existe um belo jardim.
Quando chegaram ao poço, o cântaro pode contemplar a beleza do jardim que se propagava pela encosta.
Disse-lhe o criado:
-Vês a beleza deste jardim? Reparei na tua deficiência e decidi tirar partido dela, lancei flores à terra, porque sempre que subia com os cântaros sabia que as ias regar. Assim posso sempre por na mesa do meu senhor as flores mais viçosas e belas.
O cântaro encheu-se de alegria, pois mesmo sem saber era útil.

Saibamos cada um de nós tirar partido das nossas pequenas deficiências e construiremos um mundo melhor...

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Virão adorar-Vos...


Virão adorar-Vos, Senhor, todos os povos da terra. (salmo 71)

Celebrou-se no Domingo a Solenidade da Epifania do Senhor, a Sua Manifestação a todos os povos...

Há muitos anos esta festa/solenidade celebrava-se a 6 de Janeiro, dia de Reis. Assinala a chegada dos Magos vindos do Oriente a Belém, para adorar o Menino.

Nos Magos estão representados todos os povos da Terra que desta forma se fazem ao Caminho, deixando as suas casas e parte em busca do Rei e Senhor, do tempo e da história para lhe prestar honras. Ainda nos nossos dias os missionários partem em Missão para testemunhar este mistério de amor e levar aos confins do mundo a Boa Nova de que todos são chamados e considerados filhos de Deus.

Consigo os Magos (que simbolizam os gentios = não conhecem Deus) trazem ouro, incenso e mirra. Ouro símbolo da realeza, incenso símbolo da divindade, mirra símbolo da paixão. Assim se cumpriam as profecias do Antigo Testamento, pela boca de Isaías, "á tua luz caminharão os povos, e os reis ao clarão da tua aurora." (Is. 60 )

Que aquela estrela que brilhou no Oriente brilhe também hoje e agora no nosso tempo, para que também nós possamos ir adorar o Menino e levar-lhe as nossas ofertas. Em sinal de adoração, reconhecendo-O como o eterno Salvador que sorri no Presépio de Belém.

Um Feliz dia de Reis...