Tempos livres

terça-feira, 23 de Março de 2010

Não fostes vós que Me escolhestes, mas fui Eu que vos escolhi (Jo 15, 16).

Não fostes vós que Me escolhestes, mas fui Eu que vos escolhi (Jo 15, 16).

 

 

            Estas palavras levam-nos a contemplar as maravilhas do Senhor, fomos predestinados para cumprir a missão que Ele tem para cada um de nós. Sim, Ele escolhe cada um de nós para lhe confiar uma missão, não segundo os nossos méritos, mas segundo a Sua vontade.

            É com alegria e comoção que recordo as palavras do Evangelho de S. João «as minhas ovelhas escutam a minha voz. Eu conheço as minhas ovelhas e elas seguem-me» (Jo 10, 27). Ele chama-nos continuamente e fica feliz quando de coração arrependido e sincero, cada um aceita a sua missão.

O Bom Pastor que dá a vida pelas Suas ovelhas e que não deixa que nenhuma delas seja arrebatada, confiou-me o ministério de ser portador e difusor da Sua Palavra, para que possa levar aos irmãos a Sua Palavra e o Seu Preciosíssimo Corpo e Sangue, manancial celeste, que nos leva a uma união mais íntima e profunda com o Criador.

Tornando-nos já participantes da alegria celeste, saboreando e alimentando-nos com o Pão vivo, Corpo do Senhor Vivo e ressuscitado. Oh inextinguível amor, quiseste tornar-Te nosso alimento e companheiro de viagem, fica connosco Senhor, pois aquém iremos nós, só Tu tens palavras de vida eterna.

Por Cristo, com Cristo, em Cristo, assim se deve definir a missão e a vida do cristão, configurado com Cristo, todo o seu ser proclamará as maravilhas do Senhor.

Por Cristo, pois é em seu nome que anunciamos o Seu Evangelho, a Boa Nova, e manifestamos aos irmãos a bondade e a misericórdia do Senhor, Ele que é o Salvador do mundo.

Com Cristo, porque Ele não nos deixa sós «para onde eu vou vós não podeis ir por agora», Eu vou à vossa frente para vos preparar uma morada na casa de meu Pai, no entanto quando partir, o Pai enviar-vos-à o Paráclito, pois Eu estarei sempre convosco até ao fim dos tempos. Não temeis o Espírito Santo fará em vós maravilhas, Ele que Espírito de Verdade, da Fortaleza, da Sabedoria. «Se permanecerdes fiéis, as vossas obras serão maiores que as minhas».

Em Cristo, cabeça da Igreja Peregrina – fundada sobre o apóstolo Pedro, que questionado pelo Senhor, por três vezes; «Simão, filho de João, tu amas-Me?» lhe responde: «Senhor, bem sabes que Te amo.» Então Jesus acrescentou: «Apascenta as minhas ovelhas» (Cf. Jo 21, 13-19). – cujo corpo somos todos nós, que fomos baptizados em Cristo, o Senhor diz-nos «Segue-me»! Preciso de ti.

Será possível, no mundo de hoje acolher esta mensagem? Certamente que sim! E exemplo disso foi o nosso amado Santo Padre João Paulo II, que recordo, recordamos, com saudade. Ele que foi Cristo na Terra!!!

Ele deu-nos o exemplo máximo de humildade e de serviço – Servo dos servos – a Deus e a toda a Santa Igreja, esposa de Cristo. Em Cristo encontrou força e amparo para a difícil missão de «Pescador de homens», nos braços maternos de Maria encontrou conforto, a ponto de afirmar convictamente “foi uma mão materna a guiar a trajectória da bala, permitindo que o Papa agonizante se detivesse no limiar da morte[i]”.

Apresentou-nos Maria como exemplo de Vida, contemplando o rosto de Cristo e da Igreja, no seu olhar meigo e maternal, viu reflectidas as palavras de Jesus na Cruz: «Mulher, eis teu filho, filho eis tua Mãe».

Maria, Mater Eclesia, caminho que nos conduz a Deus, disse um dia João Paulo II.

 

Um bom dia nos dê Deus,

Bruno

 



[i] AURA MIGUEL, O segredo que conduz o Papa.

2 comentários:

S* disse...

Bonito. :)

Anónimo disse...

SÓ JESUS É O CAMINHO E A VERDADE...ELE MESMO DISSE: EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA, NINGUÉM VAI AO PAI SE NÃO FOR POR MIM...

Maria, Mater Eclesia, caminho que nos conduz a Deus, disse um dia João Paulo II.

RECEIO QUE ESSA FRASE DO AMADO JOÃO PAULO II, NÃO CONDIZ COM AS SANTAS ESCRITURAS...
DEUS CONTINUE ABENÇOANDO A TODOS.