Tempos livres

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Ponho-me a pensar...

A dada altura no Evangelho de São Mateus pode ler-se: «Jesus saiu de casa e foi sentar-se junto do mar» (Mt 13,1).

Ponho-me a pensar nas nossas pequenas migrações de Verão. Milhões de pessoas repetem este gesto de Jesus.

Eu acredito que tal como os outros gestos de Jesus, nesse também há um significado libertador. Há uma liberdade que o vento fresco do mar arrasta para o nosso coração.
Somos habitados por uma fome de vastidão, de silêncio e de beleza que a contemplação do oceano consola.

Porque, como escrevia Fernando Pessoa, somos da altura do que vemos e não simplesmente da nossa altura.

José de Mendonça

Sem comentários: