Tempos livres

terça-feira, 8 de julho de 2008

Em memória da prima Nela...

A minha oração, hoje, é para ti e por ti...

Não me recordo o dia em que te connheci, ou que começaste a fazer parte do meu círculo de amigos, lembro-me de me falarem de ti... Mas quando alguém te conhece com tempo e disponíbilidade, nada mais pode ficar como outora.

Fez esta semana um ano que tu partiste... Partiste para a casa do Pai... Mas a tua partida apesar de nos deixar sós e com um grande vazio, deixa-nos também a certeza da tu apresença connosco neste caminhar. Também nós caminhamos em direcção à casa do Pai.

Hoje, como em tantos outros dias, o meu pensamento te trás à memória. Sempre com um sorriso nos lábios, uma palavra de carinho e atenção... Sempre preocupada com os mais necessitados e com os que te rodeiavam... Apesar dessa tua docilidade, a vida foi ingrata para contigo...

A doença quis ser uma constante na tua vida... Lutáste com todas as tuas forças e com determinação... Era visível essa tua luta intensa, e que poucos imaginam o sofrimento, no entanto nunca te resignaste e aproveitaste a vida como pudeste... Como o teu sorisso era sincero, vinha do fundo do teu coração e apesar de tudo dizias: "Seja o que Deus quiser..."

A tua partida foi serena, assim como uma vela que lentamente se vai consumindo, assim foi o terminar desta tua passagem pela terra... A vela que ardia incessantemente em ti, foi-se dissimulando sem contudo deixar de brilhar, e lentamente se foi apagando e tu, aos poucos vias face a face o teu Senhor...

Foi grande a dor que se abateu quando partiste, a triste noticia da tua morte deixou-me (deixou-nos) perturbado(s), porque gostávamos de ti. Na derradeira despedida, uma vez mais me vieram as lágrimas aos olhos porque é sempre difícil a separação...

A tua vida foi exemplo de santidade como o foi também a tua partida, por isso te peço que da casa do Pai nos acompanhes e que junto dEle intercedas por nós, porque um dia se Deus quiser nos encontraremos na casa do Pai.

Pai Nosso que estais no céu santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.

Dai-lhe Senhor o eterno descanso entre o explendor da Luz perpétua. Amén.

Sem comentários: