Tempos livres

domingo, 26 de abril de 2009

Quanto vale...

Quanto vale a minha vida para ti, Senhor?
Para ti, Senhor, a minha vida não tem um preço ou valor quantificável, valerá muito certamente. Tanto quanto a vida de cada Homem que habita a terra.
Por mim e por todos os homens pagasTe um valor bem alto, a Cruz foi a balança que conheceu o peso do teu amor, da vontade de seres Deus em cada Homem, de Te tornares presente na nossa vida.
Na tarde da ressurreição fizeste-Te caminheiro com os discípulos de Emaús. Aqueles que seguiam pelo caminho tristes porque tinham morto o seu Senhor. 2000 anos depois, também eu te peço, Senhor, fica comigo porque se faz tarde. Fica comigo porque a hora vai adiantada e a noite está a chegar, não me deixes só...
Este é um pedido do coração, para que arda incessantemente a chama do amor. Este é o pedido de tantos que sofrem por esse mundo fora, uns privados de alimento, outros de água ou bens, ou de liberdade, muitos vítimas do ódio, da violência, da guerra, de catástrofes naturais. também eles clamam, fica connosco Senhor, ajudas e consola-nos nas dificuldades.
Na Tua infinita misericórdia, acolhe oh Deus este nosso clamor! Faz do nosso coração a Tua morada e transforma a nossa vida num glorioso dia de Páscoa!

Sem comentários: